Buscar
  • Drª Priscila Raso | Nutricionista

Síndrome de Dumping


Ocorre devido à rápida passagem dos alimentos com grandes concentrações de gordura e/ou açúcares do estômago para o intestino em indivíduos submetidos a cirurgias gástricas, como a bariátrica, por uma alteração anatômica do estômago.


Os episódios se dão após a ingestão de alimentos ricos em gordura (óleos vegetais e carnes gordurosas) ou em carboidratos simples (doces, leite condensado, mel, chocolates, geleias e refrigerantes), levando a sintomas, como: cefaléia, taquicardia, sudorese, náuseas, fraqueza, cólicas, desmaios e diarreia. Estes sinais podem ser precoces (de 30 a 60 minutos após a refeição) ou tardios (de 1 a 3 horas após a refeição).


É importante ressaltar que não são todos os indivíduos que passam por esse tipo de cirurgia que têm queixas de dumping, levando em consideração que algumas técnicas cirúrgicas são mais tendenciosas do que outras. Apesar de não ter cura, a grande maioria das pessoas aprende a conviver com ela, evitando os alimentos que lhes são menos favoráveis.


Os indivíduos com sinais frequentes de dumping devem ser tratados com modificações dos hábitos alimentares: evitar o consumo de açúcar, doces e alimentos gordurosos; fracionar a alimentação em aproximadamente 6 refeições/dia em menores volumes; não ingerir líquidos durante as refeições; aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras e mastigar bem. É também aconselhável associar alimentos fontes de proteína no consumo dos carboidratos (torrada com queijo branco), para lentificar o tempo de digestão. Pela mesma razão, a suplementação de módulos de fibras pode auxiliar em alguns casos. Converse com seu nutricionista! 😊

0 visualização

SÃO PAULO

Rua Cubatão, 436 - 7º andar Cj. 72 - Metrô Paraíso.

Nutricionista
CRN 48716

  • whatsapp-1
  • msfnwjkn
  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn Social Icon

©2020 por Priscila Raso. Todos os direitos reservados.