Buscar
  • Drª Priscila Raso | Nutricionista

"Nutri, não sinto fome depois do treino!"


Essa frase é clássica no consultório, principalmente em exercícios aeróbicos.

Um estudo conduzido por Martins e colaboradores (2008), demonstra que a supressão da fome é mais acentuada na primeira hora após o treinamento. Porém, comparando dois grupos (os que fizeram atividade física com os que não fizeram), observou-se que a diferença foi significativa por até 2 horas. Após esse período, a fome entre ambos é igual.

O mecanismo pelo qual o exercício físico afeta a fome ainda não foi esclarecido. A principal hipótese é de que essa resposta esteja ligada ao aumento da temperatura do corpo durante a atividade.

“Sugere-se que o aumento da temperatura corporal leve à supressão do apetite, o que explica a supressão da fome mais intensa na corrida, uma vez que essa aquece mais o corpo do que o levantamento de peso”, segundo David Stensel, professor da Loughborough University.

Quando nos alimentamos, entram em ação diversos hormônios, que “ativam” a saciedade. Em um estudo conduzido por Stensel, constatou-se que o treino intenso, tanto reduz a concentração de grelina (hormônio da fome) quanto eleva a liberação de peptídeo YY (aumenta a saciedade e diminui o apetite).

Ou seja, podemos ter o exercício físico aliado no controle de peso corporal de várias formas, inclusive no controle hormonal de grelina (geralmente, aumentada em pacientes com sobrepeso/obesidade, por exemplo).


1 visualização

SÃO PAULO

Rua Cubatão, 436 - 7º andar Cj. 72 - Metrô Paraíso.

Nutricionista
CRN 48716

  • whatsapp-1
  • msfnwjkn
  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn Social Icon

©2020 por Priscila Raso. Todos os direitos reservados.