Buscar
  • Drª Priscila Raso | Nutricionista

Magnésio e o estresse


Sob estresse prolongado e intenso nosso corpo produz “hormônios do estresse” que ativam genes que podem ocasionar doenças. Ou seja, se mantemos nosso nível de estresse mais baixo, podemos ter uma resposta terapêutica positiva a tratamentos, podendo até mesmo silenciar esses genes através da metilação de DNA.


Alguns artigos mostram que combinando magnésio e piridoxina (vitamina B6) pode haver redução mais do que significativa na redução do estresse grave.


Levando em conta o metabolismo do magnésio, precisamos lembrar que ele também é cofator enzimático de diversas reações químicas, sendo, por exemplo essencial na ação da vitamina D.


Um dado importante é que 80% da população ocidental tem deficiência de magnésio por conta do solo não ser vulcânico, tornando a obtenção desse mineral bem difícil através da alimentação. Quando não há uma ingestão correta de magnésio, nosso corpo retira dos tecidos como ossos, músculo esquelético e órgãos internos, o que a longo prazo não-tratado, pode acarretar em osteoporose, lesões hepáticas e problemas renais. Lembrando que a suplementação deve ser avaliada com um profissional habilitado, não sendo feita de forma alguma sem indicação.


Se você possui essa queixa de estresse recorrente, percebe que está afetando seu sono, sua alimentação e seu humor, busque um nutricionista para te ajudar.

0 visualização

SÃO PAULO

Rua Cubatão, 436 - 7º andar Cj. 72 - Metrô Paraíso.

Nutricionista
CRN 48716

  • whatsapp-1
  • msfnwjkn
  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn Social Icon

©2020 por Priscila Raso. Todos os direitos reservados.