Buscar
  • Priscila Raso

Precisamos (MUITO) falar sobre ortorexia!


Há uma certeza: nunca se falou tanto em nutrição como nos últimos anos. Dietas que funcionam, estereótipos, funcionalidade dos alimentos, estudos que contradizem a crença popular... mas, vemos que tudo isso tem caminhado para um extremo indesejável: a ortorexia. Tenho certeza que você nutricionista já se deparou com algum caso desse na sua prática clínica ou conhece alguém que a tenha. Se você não é nutricionista, com certeza conhece alguém que a tenha, também.

Sabe aquele paciente que vai ao aniversário da afilhada e leva a marmita de frango, batata-doce e brócolis? Ou que faz isso na ceia de natal? Ou que insiste que sua alimentação é lastimável porque você come pão integral de manhã? Isso mostra uma obsessão pela prática de comer excessivamente saudável; seguir uma dieta tão rígida que nem mesmo em datas comemorativas as deixa de lado.

Claro e óbvio que temos que adotar hábitos saudáveis, mas isso não inclui a comunhão com os parentes e/ou amigos, uma pizza no final de semana, a pipoca com manteiga do cinema com a namorada, o brigadeiro com o cafezinho no final da tarde! “SER SAUDÁVEL” INCLUI SAÚDE MENTAL, TAMBÉM; aliás tanto quanto à física.

Tire o peso do peso, foque na sua qualidade de vida. Peso é um fator que é irrisório perto dos demais que trabalhamos na prática clínica.

Entende por que o símbolo da nutrição é uma balança? EQUILÍBRIO EM TUDO, SEMPRE!

#ortorexia #transtornoalimentar

0 visualização

SÃO PAULO

Rua Cubatão, 436 - 7º andar Cj. 72 - Metrô Paraíso.

Nutricionista
CRN 48716

  • whatsapp-1
  • msfnwjkn
  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn Social Icon

©2020 por Priscila Raso. Todos os direitos reservados.