Buscar
  • Priscila Raso

Erros no emagrecimento - #13: Metas intangíveis


Minha mãe guarda meu diário de criança até hoje. É um caderno (sim, caderno) do Frajola com o fundo laranja. Nele, eu coloquei que uma das minhas metas de vida era “ser considerada a Scheila Carvalho”. Tudo bem, são coisas de criança e isso não vem ao caso, mas concorda que eu coloquei uma “meta” surreal pra mim? Eu sou alta, não treino horas por dia, tenho um padrão de corpo mais magro e com menos tendência à ganho de massa magra... meu somatotipo é completamente diferente ao da Scheila Carvalho.

Isso não é funcional: somos mulheres diferentes, com hábitos diferentes, culturas diferentes, treinos diferentes... enfim, temos PARTICULARIDADES, fator GENÉTICO envolvido.

Somos bombardeados o tempo todo pela mídia que implementa de forma clara e incisiva “o corpo ideal” para nós, mas eles não consideram que somos PESSOAS diferentes (e nem querem).

Concorda que não faz sentido ficar me colocando em comparação a ela? É algo inalcançável, algo não funcional e totalmente desgastante, além de ser um fator de risco para o desenvolvimento de doenças como depressão e até mesmo transtornos alimentares.

Acho legal você ter uma meta, um parâmetro, uma direção, mas desde que isso seja relacionado com você mesmo, como diminuir o peso atual, melhorar suas condições de treino.

Ficar se comparando só leva ao desgaste mental, a tristeza e àquela sensação de fracasso. Pára, né?

#errosnoemagrecimento #nutriçãocomportamental #nutriçãoesportiva #emagrecimento #nutriçãofuncional

0 visualização

SÃO PAULO

Rua Cubatão, 436 - 7º andar Cj. 72 - Metrô Paraíso.

Nutricionista
CRN 48716

  • whatsapp-1
  • msfnwjkn
  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Twitter ícone social
  • LinkedIn Social Icon

©2020 por Priscila Raso. Todos os direitos reservados.